20/12/2016 / Fonte: CQCS
Em comunicado no qual lista algumas dicas para a redução do valor da cobertura para veículos, a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg) aponta o corretor de seguros como o “profissional mais indicado para apresentar diversos orçamentos que se encaixam em todos os bolsos”.
A federação sugere que o consumidor verifique também se esse profissional está credenciado na Superintendência de Seguros Privados (Susep).
Além disso, a Fenseg orienta o consumidor a observar uma série de fatores que são levados em conta pelas seguradoras na hora de calcular o preço do seguro, incluindo o perfil do motorista, o modelo e ano do veículo, as coberturas contratadas, os itens de segurança, o índice de roubo e furto da região de circulação e moradia.
Outra dica da entidade é a realização de pesquisa dos seguros disponíveis para o modelo do carro em diferentes empresas, com a orientação do corretor de seguros.
A Fenseg frisa ainda a necessidade de se atualizar as informações sobre o perfil do condutor, indicando mudanças como, o estado civil do segurado, pois tais dados podem influenciar no preço do seguro e “reduzir o valor que o segurado paga”.
A federação destaca também a relevância de se informar a troca de residência, pois outro fator que influencia o valor do seguro é a região onde o veículo “dorme” e circula. “Dependendo da área, o seguro poderá até ficar mais barato”, explica o comunicado.
 
De acordo com a FenSeg, o segurado também não deve esquecer de avisar a seguradora sobre as modificações feitas no veículo, especialmente a instalação de itens de segurança que podem gerar descontos em muitas companhias.